Programa capacitará mulheres empreendedoras em Paraisópolis

G10 Favelas e WorkLover lançaram o Donas de Si, iniciativa que tem previsão de formar 300 alunas até o fim de 2024

 

A WorkLover, plataforma de educação empreendedora para impacto social, se uniu à organização sem fins lucrativos G10 Favelas para lançar o programa Donas de Si, destinado a microempreendedoras de Paraisópolis, em São Paulo. A previsão é formar 10 turmas, cada uma com 30 alunas, até o final de 2024.

Segundo as organizações, o objetivo é incentivar a autonomia e independência financeira destas empreendedoras, reduzindo a taxa de mortalidade das microempresas no Brasil.

O curso tem duração de um mês, com workshops presenciais e virtuais. A primeira turma começará em fevereiro. Após o programa, cada empreendedora terá seu negócio monitorado durante três meses para analisar se os ensinamentos foram colocados em prática.

As participantes receberão uma cesta básica, um tablet, alimentação e, caso precisem de crédito, terão juros subsidiados. O valor será cedido pela aceleradora de negócios G10 Bank e por patrocinadores. A iniciativa ainda está em busca de pessoas e empresas que queriam “adotar” uma aluna e financiar a sua participação. O valor para patrocinar cada estudante é R$ 3,4 mil.

“É uma oportunidade que as empresas, marcas ou pessoas têm para mudar a realidade de milhares de pessoas, não só das mulheres que irão participar do Donas de Si, mas também de toda a comunidade de Paraisópolis que será impactada social e economicamente com a iniciativa”, diz Paula Esteves, CEO e fundadora da WorkLover.

Perfil das alunas

O programa busca mulheres que se encaixam nestas características:

  • Idade entre 18 e 75 anos
  • ⁠Ter um produto ou serviço comercializado há pelo menos seis meses
  • ⁠Ensino Médio completo
  • Disponibilidade para as aulas que acontecerão na terceira semana de cada mês, das 18 às 21h30, por oito dias
  • Possuir e-mail
  • Ser bancarizada

 

As interessadas devem entrar em contato com a organização a partir de 1 de janeiro de 2024 pelo e-mail: [email protected]. A WorkLover enviará perguntas para entender se elas se encaixam no perfil e selecionará as estudantes.

Fonte: https://revistapegn.globo.com/mulheres-empreendedoras/noticia/2023/12/programa-capacitara-mulheres-empreendedoras-em-paraisopolis.ghtml

Ultimos post

O Podcast Urban Cowork recebeu Paula Esteves, CEO e fundadora da WorkLover, para conversar sobre suas experiências no processo de …

Previsão é atingir 100 mil contas com novas unidades em favelas de São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Brasília Em …